Os meus olhos
As pupilas dilatadas
Zonzantes
Nem meus pés
Chegavam ao chão

O ambiente
Força a criatura
E o atavismo
Supre não

Nesse perfeito
E retocável corpo
Que o tempo esculpe
Entre o vivo e o morto

Somos todos já desde nascença
Somente carbono e,
Oh! Right,
Oh! Right,
Oh! Right, yeah!

Onde passar o resto dos dias?
Como salvar a humanidade?
Se só enxergamos
Entre o claro e a escuridão?
Porque existe tanta disputa pra o que deixa nos inventários?
Se nada disso nos trará a evolução?

O meu sangue
Teu sorriso me protege
De toda cópia
Ou falsificação
Mas meus genes
Minha andadura
E os meus costumes
Se perderão

Nesse perfeito
E retocável corpo
Que o tempo esculpe
Entre o vivo e o morto

Somos todos já desde nascença
Somente carbono e,
Memórias.

Vídeo incorreto?