Se eu tivesse asas, inda hoje eu ia,
Inda hoje eu ia, se eu tivesse asas,
Cortando o vento, eu voaria,
Como um “trem” que não se atrasa

Se eu tivesse asas, inda hoje eu ia,
Inda hoje eu ia, se eu tivesse asas,
Cortando o vento, eu voaria,
Como um “trem” que não se atrasa

Nem que chovesse, eu voaria,
Nem que um vulcão cuspisse brasas
Antes do anoitecer, ia,
Bater na porta da tua casa

PRA TE CHEIRAR
Ó FLOR DE LARANJEIRA
DEBAIXO DA INGAZEIRA
PERTO DO RIACHO

BEIJAR A TUA
BOCA AVERMELHADA
MEL DE MANGA ESPADA
COLHIDA NO CACHO

Menina, se eu fosse um passarinho
Faria meu ninho
Dentro do teu coração,

Prá quando a saudade bater forte
Não depender da sorte
Das “pongas” de um caminhão

Vídeo incorreto?