Tiro de laço gineteada, companheirada, bom chimarrão
No sarandeio belas chinocas no entremeio , uma canção
Trovas, repentes, bons violeiros, canções nativas e o carreteiro
Entrelaçados em harmonia, ao pé do fogo neste rodeio

É no acampamento,
Lugar da pousada, onde se descansa
Mas sempre de barraca armada

E a gauchada toda animada,
Dança com as prendas de barraca armada
Tem gaita ponto entreverada com a pianada em desafio
Mas nunca falta o piá campeiro,
Todo pilchado no correntio
Fica bombeando o que se passa
E apavorado conta o que viu
Sobre os pelegos papo pro ar,
Lindo lembrar belos salseiros
Cama de arreios a campo fora,
Tinir de esporas no pastoreio
No fim de tarde marcas de estacas,
Sinal de pata da gineteada
Resta lembrança de belos feitos
E sem tardança finda o rodeio

É no acampamento,
Lugar da pousada, onde se descansa
Mas sempre de barraca armada

Vídeo incorreto?