A minha mulher pegou, pegou birra de mim
Me falou que não dá mais, que não vai dar pra mim.

Só porque dei um pulinho, uma puladinha só;
Uma varada de cerca, uma varadinha só
Minha mulher descobriu e de mim não teve dó
Com um pau de macarrão
Me bateu, jogou no chão
- Tome seu cachorro - que chegou levantar pó.

E que nosso amor já deu tudo que tinha que dar
E depois que ela embirrou, ela não quer mais me amar
To igual um cão sem dono, ela não quer perdoar
Me botou de porta afora
Me bateu, me mandou embora
- Vai seu cachorro - o que eu quero é separar.