Cavalgo dia e noite estrada a fora
Em busca de alguém que tanto amo
E até quando eu adormeço em meu cansaço
Em sonho o nome dela eu sempre chamo.

E choro lembrando os tempos passados
E os bons momentos que vivi com ela
Pra onde ela se foi, juro não sei, não sei.....
Não pergunto nem aos campos, nem a brisa
Não pergunto nem aos campos, nem a brisa
Lembro apenas que depois daquele dia
Que chorando foste embora eu nunca mais te vi
Nunca mais te deixou meu coração
Nunca mais te deixei, nem te esqueci

A onde esta você que não te encontro
Andei tendo na alma ao teu retrato
E a mim mesmo a todo hora me pergunto
Cavalguei buscando um outro amor
Um sonho enfim com outro alguém.
Outras achei tendo seu rosto
Mas com o teu coração não vi ninguém
Outras amei, mas não pergunte
A cor dos olhos dela que eu não sei
Eis-me aqui no meu cantar tristonho
Querendo te encontrar e não te encontro
Mas saiba que te amo doce amor.

Vídeo incorreto?