Janeiro e abril


E já não sou o que alguma vez
Te prometi me era fácil dizer
Se assim porque é como vem
Quando tudo é novo e diferente

Mas não, não me venhas assim
Pareceria há algo que parti
Seu coração, seu coração de ouro neném
Mas jamais, jamais eu quis assim
Não há nada como sua cara
E a tenho aqui presente
Não há nada como sua cara
E a tenho aqui pendente

Se só queria bem poderia te fazer feliz
Só este dia faria janeiro e abril

Mas só as vezes e a medidas
Poderíamos ir a pouco completando
Partir de isso que é tão lindo, sim, sim, sim
Viver cada pedaço ir armando
Não há nada como sua cara
E a tenho aqui presente
Não há nada como sua cara
E a tenho

Se só queria bem poderia te fazer feliz
Só este dia faria janeiro e abril

Não há nada como sua cara e a tenho
aqui presente
Não há nada como sua cara e a tenho
Não há nada como o que me dá
Quando esta aqui.