Outra coisa


Em seu corpo inventarei
Outra coisa
Tento fazer
Uma história que seja real
Como nenhuma antes

Olhando você serei
Paciente
Vou deixar as coisas acontecerem
Como devem ser
Sem apressá-las

Como resisto esta beleza?
Minha alma sorri
Está comemorando

E tudo começa outra vez
Contigo experimentarei
Ser sábia sem pressionar
Deixar que seja o que será
Só o tempo dirá

Em seu corpo inventarei
Outra coisa
Tento fazer
Uma história que seja real
Como nenhuma antes

Como resisto esta beleza?
Minha alma sorri
Está comemorando
E algo me diz
Se é contigo
Tudo me diz
Sim

Como resistir a esta beleza?
Minha alma sorri
Está comemorando,
O que domina esta certeza?
Estou com você aqui,
E tudo começa outra vez.

Por: Marcos Vinicius Meiado