Diante do trono, eu pude contemplar, um ser supremo,
Do trono levantar! glória autoridade, certamente é jeová,
Como arcanjo, soa a trombeta, e possa aclamar
Tremem céu e tremem terra, cachoeira, treme mar
Mar acalma seu bramio, estrelas curvem a cabeça
Pontes podem ajoelhar, jeová, jeová, jeová vai falar!

Aí voou um serafim, na maior humildade, cobriu os pés cobriu o rosto
Perante a santidade, olha aqui ó deus glorioso, poderoso deus honroso,
O céu quer te escutar, que te fez ó glorioso, que te fez do trono levantar...

Vem aqui ó serafim, vem comigo contemplar lá embaixo a multidão
Levantando as suas mãos, tantos para me adorar uns levantam suas mãos
Outros clamam e outros choram quantos meios de adorar
Eu sou deus mas tenho fé, quando meu povo me adora certamente estou de pé
Abro as janelas do céus, jogo bençãos sem medidas, nas crianças, nos velhinhos
Jogo bençãos nas famílias, ainda nesta aurora, eu nascerei sol da justiça, quando
Meu povo me adora, mesmo em grande tempestade, eu a transformo na brisa,
Glorioso deus, glorioso deus, glorioso deus,
Vem me abençoar, glorioso deus, glorioso deus,
Sou um grão de areia, mas tenho sangue na veia, para te adorar....

Jorram bençaos nas famílias, o meu povo se humilhou, sararei suas feridaas
Multiplicarei aos pobres, pois minha face buscou, venha aqui ó serafim eu vou
Estender as mãos, quando meu povo me adora, eu levanto do meu trono para derramar unção

Glorioso deus, glorioso deus, glorioso deus,
Vem me abençoar, glorioso deus, glorioso deus,
Sou um grao de areia, mas tenho sangue na veia para te adorar,
Glorioso deus, glorioso deus, glorioso deus...

Vídeo incorreto?