Amanheceu...
Os passarinhos iniciaram a sinfonia
E veio o sol...
Trazendo luz, calor e energia
A natureza toda em festa, eu contemplei

As lindas flores...
Todas se abriram exalando seu perfume
Nesse momento eu senti certo ciúme
Dos colibris que as beijaram antes de mim

Chegou a tarde...
Trazendo a brisa com o seu terno afago
Que encrespou toda a superfície do lago
Num doce beijo da linda mãe natureza

No horizonte...
Lindos desenhos de matizes variadas
Se misturando na maior tela montada
Um espetáculo que jamais vou esquecer

E quando a noite...
Veio caindo com o seu denso negrume
Eis que surgiram dezenas de vaga-lumes
Iluminando cada ponto da campina

No infinito...
Dando seu show, as estrelas e o luar
E eu pasmado, só podia contemplar
E agradecer por esse dia eu viver
Na maravilha que é esse berço de Deus.

Vídeo incorreto?