Da ponta dessa caneta
Que sai modas de montão
Fica na ponta da língua
Do povo, o meu refrão
É uma ponta de sucesso
Que vai por toda região
Vira ponta de saudade
Que não sai do coração

Eu já vi gente riscada
Por uma ponta de faca
Foi lá na ponta da praia
Que o mar entrou em ressaca
Muito soco e pontapé
Foi a briga na barraca
Numa ponta de cigarro
Quase sempre tem babaca

O Garrincha foi um ponta
Jairzinho foi também
A ponta de um iceberg
É bonita e não convém
A linda Pontaporã
Cidade que eu quero bem
No Brasil, de ponta a ponta
Meu pagode vai e vem.

Vídeo incorreto?