Rompeu o dia
O sol veio novamente
Castigar a nossa gente
E assolar o meu sertão
Tá tudo seco, do verde
Tenho saudade
Oh, meu Deus, por piedade
Dá a Sua proteção

As nuvens negras
Não estão,foram embora
Mas com fé, o povo implora
Para a chuva derramar
Porque sem água
Não adianta ter açude
Quero de volta a saúde
Assim não dá pra ficar

Meu sertão está com sede
Só se vê areia e pó
As crianças mirradinhas REFRÃO
Sofrende e barrigudinhas
Deus do Céu, vê se tem dó

Este lugar bonito por natureza
Hoje vive a tristeza
A seca só causa dor
O sertanejo vai curtindo a sua mágoa
Só vê e sente a água
Do seu pranto... que horror

Vídeo incorreto?