Eu escrevi esses versos com grande satisfação
Pra falar de dois caboclos, que eu tenho admiração
Defensores da viola e da cultura desse chão
Mostrando brasilidade e mandando pra cidade
Um pouco do meu sertão

Uma dupla de sucesso, dois homens... dois brasileiros
Que trazem em suas veias, sangue puro de violeiro
Da nossa moda raiz, um tesouro verdadeiro
Quem está no auditório, sabe que seu repertório
Vale mais do que dinheiro

Dino Franco e Mouraí, dois caboclos de verdade
Interpretam seus sucessos com muita capacidade
"A Cachaça e o Fumo", também "Amor e Saudade"
Modas de viola de frente, como "Nelore Valente"
E "Caboclo na Cidade"

Também "As Três Namoradas", "Linha Reta", "Evolução"
"Cheiro de Relva", "Sertaneja" e "O Bandeirante Fernão"
O "Caboclo Centenário", jóia rara de canção
Amostras de arte pura, maravilhas da Cultura
Cantadas com o coração

A esses dois sertanejos, aqui vai o meu abraço
Que São Gonçalo os proteja, nos momentos de embaraço
Que a intensa luz divina, ilumine sempre seus passos
E agora eu me despeço! Parabéns pelo sucesso
Com a viola nos braços.

Vídeo incorreto?