Eh eh eh eh, oh oh oh, Eh eh eh eh, oh oh oh

No meu peito sempre bate a saudade do meu bem
Toco o violão e fole, e canto como um vem-vem
Você disse que voltava. Tá demorando demais
Já estou desconfiado que fui passado pra trás

Eh eh eh eh, oh oh oh, Eh eh eh eh, oh oh oh

Noi vivemo tanto tempo desde que te conheci
Conquistei teu coração e tu me conquistasse
Ou a vida é complicada ou é nói que a complica
Tem que ter sabedoria se não tudo se trumbica

Eh eh eh eh, oh oh oh, Eh eh eh eh, oh oh oh

Todo mundo que se casa quer ser sempre bem feliz
Hora chora hora gargalha pinta até o chão de giz
Dia a dia o que se mostra é o que está no coração
Seja belo seja feio tem que ter sentimento bão

Eh eh eh eh, oh oh oh, Eh eh eh eh, oh oh oh

Das surpresa dessa vida não há ninguém que se safe
Seja pobe seja rico cada um tem sua parte
O mais certo é saber como levar direitim
A nobreza tá no jeito de fazer tudo bem certim

Eh eh eh eh, oh oh oh, Eh eh eh eh, oh oh oh

Muita gente só reclama do que tem e do que não tem
Vai entender essa gente que nunca diz um amém
Se esquecem dos que sofrem sem o pão e sem amor
Quanta cegueira nos oio insensíveis a toda dor

Eh eh eh eh, oh oh oh, Eh eh eh eh, oh oh oh

Vou encerrando esse canto se não eu não paro mai
Tanta coisa que acontece nesses canto onde nói vai
Sou caboco sou sincero e não canto só a dor
Graças a Deus pela vida obrigado nosso senhor

Vídeo incorreto?