Oh forró danado, que forró porreta, forró divertido
Com a muierada não perco a chance de mostrar meu dom

De dançar agarradinho, fungando o cangote da morena formosa, que cheiro bom esse que tu tem
De cantar vibrando a canção da terra, e conquistar teu coração quem dera, mas vou tentar quem sabe tu não vem

De tocar o meu violão querendo tocar o teu coração sereno, se encosta em mim que vou te mostrar
Quero cantar no teu ouvidinho, sussurrando vem cá meu benzinho, sou forrozeiro e quero te amar

Meu dom é cantar com alegria admirando toda poesia que o forró do bom pode mostrar
Mas sem muié tudo é tão vazio até o forró fica arredio, forró porreta tem que se dançar

Quero o salão bem apertadinho, home e muié no rela buchinho, nesse forró eu quero cantar
Mas to gravando tudo que eu canto, dançar não posso, mas te garanto, no intervalo eu vou te beijar

Vídeo incorreto?