Quando eu aqui cheguei de longe por você
Não esperava tanta indiferença em teu olhar
Queria ver-te rir, pensava em te dar
Meu coração saudoso de te amar

Morando longe jamais me acostumei
Ficar distante da beleza e do ar daqui
Além do teu calor, do teu gostoso amor
E das baladas do meu cariri

Lembro da lagoa que secou e dos forrós que agente dançou
Lembro com saudade o nosso amor, que amor
Não consigo nem imaginar, voltando aqui pra esse lugar
E não te ver correndo me abraçar

Tanta mudança nesse mundo ocorreu
Mas eu não abro mão do meu forró de lei
Canto com o coração o pé de serra bom
Isso no meu nordeste é um dom

No sangue e na alma de quem nasce aqui
Está o amor por essa terra de seca e paz
Por ela eu voltei e o amor que deixei
Eu vou reconquistar, deixar jamais

Vídeo incorreto?