SIMPLESMENTE

Simplesmente posso esperar aqui por você, uma eternidade, uma tarde inteira;
Simplesmente posso encontrar qualquer distração, ruas da cidade, restos de uma feira;
Tomo um atalho lá, só pra te perder, enquanto olho os aviões;
Nada tremeu no ar, não vi nenhum sinal, mesmo assim eu posso esperar;

Simplesmente posso esquecer da guerra ou da paz, uma eternidade, uma tarde inteira;
Calmamente posso contar as nuvens do céu, rostos na vidraça, flores dessa praça;
Desço a Consolação só pra coincidir, leio manchetes por ai;
Nada tremeu no ar não vi nenhum sinal, mesmo assim eu posso esperar;

Até deixar um recado na tarde, uma simples saudade;
Que você vai sentir quando sentar-se a mesa, uma simples certeza;
Que agora é você quem espera por mim;

Vídeo incorreto?