Quando corro pelas ruas da cidade
Eu me pergunto: onde é que estou?
Lugares tão estranhos de futurso tão ocultos
Que a mente revelou,
Mas eu procuro uma saída
Na esperança de encontrar
Uma resposta. teu caminho!
Não me deixe aqui na escuridão andar
Se procuro teus altares ó meu Deus!
Vem me mostrar a tua direção
Que eu sempre seguirei a tua voz.
Por vezes eu paro e fico sempre pensando
O que vai ser de mim
Quando me encontrar contigo e acertar os pontos?
Minha dor terá um fim?
A tua graça me transforma
E me leva a confiar
Na esperança... no caminho!
Não há melhor lugar para te encontrar
Do que dentro de mim.
Sei que alí escondido está...

Vídeo incorreto?