Preciso de alguém


Tenho andado por aí
Sempre menosprezando tudo que vejo
Rostos pintados, preenchendo lugares que não alcanço

Você sabe que eu preciso de alguém
Você sabe que eu preciso de alguém

Alguém como você, tudo que você sabe, como você fala
Amantes incontáveis disfarçados nas ruas

Você sabe que eu preciso de alguém
Você sabe que eu preciso de alguém
Alguém como você

Saio andando pela noite, enquanto você vive, vou dormir
Começando guerras para sacudir o poeta e a batida
Espero que isso faça você notar
Espero que isso faça você notar

Alguém como eu
Alguém como eu
Alguém como eu, alguém

Alguém como você, alguém
Alguém como você, alguém
Alguém como você, alguém

Tenho andado por aí,
Sempre menosprezando tudo que vejo