Nunca para


Eu estou bem
Me diga que você está bem
Quase lá
Quase aqui
Eu sabia que esse dia teria que chegar
Lamentando na parede
Observando gigantes caírem
Eu sei que tem uma mensagem a receber
Escrita em escombros
Seu significado é difícil de ver
A perda da inocência não significa nada no novo mundo
Todas as nossas mãos estão vermelhas
Todos são culpados agora
Eu estou bem
Me diga que você está bem
Pare meus olhos
Abra completamente
Outro idiota grudou na TV
Congelado na tela
Com medo de desiliga-la
O choque silencioso dá lugar a justiça
Pancada nas barreiras
A vingança será nossa
Fanáticos de joelhos rezam por uma vingança rápida e justa
Se tornam o que eles condenam
Reflertir a imagem dos homens
Mão dadas na America,vamos entrar em contato com a histeria
Nossas bandeiras erguidas dos lares destruídos
4 de julho para sempre
Cores da democracia
Hasteadas sobre todos os SUV's
O adesivo do para-choque mal escrito aqui
Para onde foram todos os honrados estudantes?
Números nas notícias
Dessa vez com nomes familiares
Dessa vez terras familiares
Essa realidade no seu quintal
Então as cercas caem
Você vai redefinir todas elas?
Você vai escolher abrigo ou empatia?
O mundo que nós dividimos ficou pequeno demais
Com fronteiras sopradas de copos
Nós coletamos pedras e as atiramos
Eles dizem que a festa nunca para
Mas eu sei que nós não podemos escapar
Um outro idiota vem na TV
Respirando ar privilegiado
Pregando para os justos
reunindo um músculo perante Deus
Conduzindo a alegria
Conduzindo seus medos
O estado de ignorância nada significa para os fiéis
Deus está conosco agora
Eles ignoram o mundo do outro lado do muro