Riqueza poder ostentação
E num instante a solidaõ
Num abrir de olhos
A triste realidade
A presença das lagrimas
A falta de um carrinho um amor
E um homen tão poderozo
Se viu pobre o mais pobre
De muitos pobres
Pois não tinha ninguem para amar
Solitario como um cavaleiro solitario
Não podia com sua riqueza comprar o amor
Todos aman seu dinheiro
Ninguem le ama
Vive na fésta e no fim nada le résta
Infelicidade desiluzão
Por não ter um amor
Para le acompanhar
Le amar suas lagrimas parar
Viver sonhar se alegrar sorrir
Querer alguma coisa a mais
Do que milhoes para gastar
Para gozar e se alegrar.

Vídeo incorreto?