Bom mesmo é quando a gente está a só,
Com a pessoa que escolheu
Entre todas que viveu
A que mais deixa saudade
Legal é quando a gente está legal
Ao lado de quem se quer
Dispensado o que vier
Indo em busca do prazer de verdade
É como se a gente virasse poeta
E arrancasse as palavras de dentro do peito
É como se o destino desse um nó perfeito
Pra minha vida, da sua não mais desatar.
É a força do grito, é o nó na garganta.
O remédio que traz o poder de curar
Essa força que nasce e depois se agiganta
Que às vezes se chama vontade de amar
Bom mesmo é quando a gente está a sós
Com a pessoa que escolheu
Entre todas que viveu
A que mais deixa saudade
Legal é quando a gente está legal
Ao lado de quem se quer
Dispensado o que vier
Indo em busca do prazer de verdade
É como se a gente virasse poeta
E arrancasse as palavras de dentro do peito
É como se o destino desse um nó perfeito
Pra minha vida, da sua não mais desatar.
É a força do grito, é o nó na garganta.
O remédio que traz o poder de curar
Essa força que nasce e depois se agiganta
Que às vezes se chama vontade de amar
Legal é quando a gente está legal
Bom mesmo é quando a gente está a sós.

Vídeo incorreto?