O meu coração de filha,com os braços bem abertos
Descera cortina do templo,e a neblina aos berros
O meu coração sem parada,segue a trilha dos teus passos
Atravessa cidades,rios,mares,campos e espaços
O meu coração sem fronteiras,no seu doce caminhar
Percebe cantanti com pressa,sabendo onde vai chegar
O meu coração sem poesia,é um coração de poeta
Buscando num chão bem distante,as marcas de um de guerra
Ele persegue no templo,pegadas de um caminhar cansado
Do meu paizinho pregador,que só ensina o amor
A sua bondade mansa,de vocação mui divina
Ajuda os viajantes,desta longa e ar doa lida
Meu paizinho caminheiro,amigo dos de jornada
Guias a luz celeste,e cobrar nunca por nada
Meu paizinho andarilho,um dia vai descansar
Agradecerei tua guerra teu saber e teu sonhar
Oh meu querido paizinho,sabendo tuas noites de orar
Aumentarei minhas forças,pra sempre te acompanhar
Caminheiro samaritano,conhecendo tuas vitórias,tuas alegrias
Me recordarei de tudo,das madrugadas longas e frias,
Meu querido paizinho,que passavas a orar
Pelas almas que pereciam as quais tu soubeste amar
Meu paizinho caminheiro,que me ensinou caminhar
Eu caminho nos teus passos,com igual presa, de chegar

Vídeo incorreto?