Num cepillado de campo
Na frente do rancho "la comadreja"
Busca a desdoma uma baia
Dessas que se ensaia depois de sujeita.

De garrão limpo no más
Levei os pés taloneando
A baia se desdomando
Por me encontrar sem talher

Firmei a ponta dos dedos
No ferro bruto do estribo
Do palita correntino
"Pelei pa' pode abana"

De garrão limpo no más!!

"Por não te" a perna ensaboada
pegava uns grito a peonada
e a égua a se veiaqueá.

Cruzava o pala na cara
Nesse florão de tajada
"Sem pedi pr'alguém chega".

De garrão limpo no más!!

Vídeo incorreto?