O sol apeia tarde e a lua cheia
Nas sombras estiradas faz rodeio
Pra tantos que ao mormaço se esconderam
E à noite na canhada vem pastar

O vento que me chega traz o aroma
Daquele guabijú que floresceu
E assim junto á canhada e meus amores
Min'alma adoça...

Descanso meu olhar, linda canhada
Na copa do mais alto tarumã
Miradas junto ao passo donde cruzo
Pra várzea que se estende além de ti

Por isso volto aqui, linda canhada
Com a noite que repecha no cantar
Que ao largo estreleiro sai da alma
Pra manso te encantar na imensidão

Vídeo incorreto?