Tosado contra o sabugo
com ares de pulseador
troca orelha sona as ventas
pescoceiro e sentador
entre o cavalo e o ginete
que gautcho palanqueador

Uma faixa branca e celeste
outras desta pampa e flor
escora o brilho da prata
de um cutillo carneador
e um sombreiro copa alta
mescla de poeira e suor

Um aporreado que senta
outro da um tirão e se topa
algum não chega ao palanque
mas arredado se solta
pra um gautcho palanqueador
a situação pouco importa

A estopa meio esfiapada
esconde o botão da flor
de um buçal torcido desses
bem aguentador
e a mão golpeia o cogote
pra ajeita algum sentador
A estopa meio esfiapada
esconde o botão da flor

Comungam do mesmo
credo sabem de espinho
e de flor, do potro manso
ao palanque, daquele
mais roncador
do índio que soca a cama
daquele que da volta de honor
tapeia no mas, tapeia
bem na tabua do pescoço
que o tampão da espora grande
hay quem floreie por gosto
por que a esperiência da doma
bem estampada no rosto

Vídeo incorreto?