eu vou sair pra pista hoje faz frio la fora o sino esta batendo e hora de fazer historia em quanto você dorme eu vivo em alto risco e o preço que se paga pra se lenda do rabisco durante a madrugada caminhando e refletindo pensando na familia e fazendo o meu destino gosto pela vida me fez olha pra morte se o campo esta minado não posso contar com a sorte cachorros pelas ruas vem lamber a minha mão e matar a sua sede num problema de solução se e vicio um vicio não assine hipocrisia mas também não chego em casa com a mão suja todo dia esse e meu estilo de vida e movimento e atitude ao vazar pela cidade em cada esquina uma virtude vou deixa o meu recado de uma forma bem natural se eu cruzo na sua lente causa impacto visual so que nu estante que passa que molha rapidamente deixando uma lembrança num beral na sua frente no subúrbio na baixada na avenida ou na viela marcando grandes traços do artista que pinta na tela divulgar se e vaidade se externo ou filosofia continuo andando a noite mas as vezes ando de dia o extinto e urbano não tem como negar a essência e o rastro do rato de pista que age com inteligência se o sistema ta bloqueado eu entro com a minha senha quando estou determinado não a nada que me detenha ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção andarilho quando parte carrega na sua bagagem a herança dos dinossauro que fizeram sua ultima viagem a mensagem quando e verdadeira não se desgasta com o tempo se buscam a verdade que e pensada a todo momento o sentido das palavras invertido na minha voz se esconde pelas sobras como um animal feroz aparece de repente quanto menos você espera observa outros sons pela transparecia da janela ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção eu vou sair pra pista hoje faz frio la fora o sino esta batendo e hora de fazer historia em quanto você dorme eu vivo em alto risco e o preço que se paga pra se lenda do rabiscodiante a madrugada caminhando e refletindo pensando na familia e fazendo o meu destino gosto pela vida me fez olha pra morte se o campo esta minado não posso contar com a sorte cachorros pelas ruas vem lamber a minha mão e matar a sua sede num problema de solução se e vicio um vicio não assine hipocrisia mas também não chego em casa com a mão suja todo dia esse e meu estilo de vida e movimento e atitude ao vazar pela cidade em cada esquina uma virtude vou deixa o meu recado de uma forma bem natural se eu cruzo na sua lente causa impacto visual so que nu estante que passa que molha rapidamente deixando uma lembrança num beral na sua frente no subúrbio na baixada na avenida ou na viela marcando grandes traços do artista que pinta na tela divulgar se e vaidade se externo ou filosofia continuo andando a noite mas as vezes ando de dia o extinto e urbano não tem como negar a essência e o rastro do rato de pista que age com inteligência se o sistema ta bloqueado eu entro com a minha senha quando estou determinado não a nada que me detenha ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção liberdade de inspeção pra um poeta isso te afeta se vou xarpi quero uma noite de missão completa chaga em casa em paz e poder dormi e acorda e pensa no caminho que escolhi pra seguir minha mae pergunta "onde você tava meu filho?" tava na pista com o meu parceiro hurk andarismo pichando ladrilho,pastilha,beral depois do evento que fomos de rep nacional dia de multiram gastamos o dia inteiro os amigos reunidos so os ratos de bueiro olho pra ora são 6 horas tudo acabou oiva, tapera ou outro pow ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção ta na veia com a tala na mão adrenalina e forte tem que te disposição insemea aperte e bota pressão e puro sentimento liberdade de inspeção

Vídeo incorreto?