Jurei nunca mais sofrer, desilusão, senti na pele então me fechei
Na solidão
Até contra o próprio sentimento tentei lutar
Mas reconheço e me conheço bem;
Como evitar?
Quando o corpo fala,
Quando os olhos traem,
Quando faço planos, tarde demais!

[refrão]
Eu caí numa cilada só agora eu sei,
Prometi algo impossível pro meu coração
É inútil negar que me apaixonei
Se não posso mais fingir que não.

Queria tanto ter certeza, sobre o amor,
A minha última defesa, se esgotou,
Quando o corpo fala,
Quando os olhos traem,
Quando faço planos, tarde demais!

[refrão 2x]
Eu caí numa cilada só agora eu sei,
Prometi algo impossível pro meu coração
É inútil negar que me apaixonei
Se não posso mais fingir que não.

Se o amor (se o amor) me sorriu (me sorrio)
Vou deixar ele me levar
Simplesmente sentir e amar!

[refrão 3x]
Caí numa cilada só agora eu sei,
Prometi algo impossível pro meu coração
É inútil negar que me apaixonei
Se não posso mais fingir que não.

Vídeo incorreto?