Aí vem ela aí!
Aí ó ela aí, aí, aí!

Tá na cara que não pára pra você dormir
Quando a Cássia aqui não passa não é pra fugir
Na visão da multidão a lua é uma só
Na riqueza ou na pobreza a vida não tem dó

Nem o amor é só prazer
Nem a dor há de ser só a dor
Vem, amor, tem que viver
Pra saber qual é o sabor

Dessa vida que a batida um dia vai ter fim
Dessa fruta proibida que nasceu assim
Da magia, dia, noite, jogo, medo
Nunca é cedo, nunca é cedo
Pra se dar valor

Nem o amor é só prazer
Nem a dor há de ser só a dor
Vem amor, tem que viver
Pra saber qual é o sabor
Sabor da Vida
Pra saber qual é o sabor
Sabor, querida
Pra saber qual é o sabor

Vídeo incorreto?