Eu nunca me esforcei pra te ver mais calmo
Não me preocupava, estava tão alto
Eu via dois lados, o certo e o errado
Mas no meu próprio circulo é o que eu tinha encontrado

E eu já não sei mais o que posso fazer por você
Saia e me deixa em paz, me cansei de prometer

Nas noites de frio, esteve comigo
Seu peito de aço sempre foi meu abrigo
Mas nossos atritos eles são tão presentes
Não deve ser fácil ter alguém diferente

Quando não é capaz de entender suas razões
Saia e me deixa em paz, não se perca em suas explicações

Até logo eu vou viajar, bye bye
Mais um dia pode ser tarde demais

E eu não vou esperar mais um segundo nessa merda
Vou atrás da minha franguinha
Falta pouco me espera
Eu vou te fazer lembrar depois

E eu já não sei mais porque a sorte me faz tanto assim
E ainda quero mais, não sei explicar só sei que é esse o fim

Vídeo incorreto?