Aquela história que o samba da gente
Não é mais o mesmo
Papo furado de toda essa gente
Que não tem respeito
E se esquece quando começa a nossa batucada
O couro come e quando se liga já é madrugada
Mas apesar de estar começando e ser muito cedo
Estou sentindo a força do samba
Eu faço parte de uma galera
Pulsando em meu peito
Que enfrenta o batente
Que acorda cedo e quando anoitece
Não quebra a corrente,falei:

Porque meu samba chegou
E o samba contagiou
É impossível alguém ficar parado
É até quem criticou
Ainda sentindo calor
Com meu samba mandando o recado

Vídeo incorreto?