Casa Assombrada
(Lucas Cardoso)

Estava andando devagar e uma tempestade caiu, comecei a me molhar e uma coisa então surgiu
Uma velha e grande mansão a suportar os vendavais
Era a única solução pois o frio era demais

Casa assombrada e misteriosa
Cheia de morcegos na escuridão
Que noite assombrosa
Casa assombrada cheia de mistério
No fundo da mansão havia um portão para um cemitério

Quis sair então da mansão mas a porta se fechou, aumentou a escuridão e o meu cabelo arrepiou
Eu vi um quadro na parede, a foto de um barão que piscou deu um sorriso e me acenou com a mão
Fui correndo por um corredor alguém correu atrás de mim
Pra aumentar o meu pavor o corredor não tinha fim

Caí da cama assustado e acordei de um pesadelo
Mas quando eu me levantei eu não me via no espelho

Casa assombrada e misteriosa
Cheia de morcegos, noite assombrosa
Casa assombrada cheia de mistério
Havia um portão para o cemitério

Vídeo incorreto?