Desertor
(Lucas Cardoso)

Eu ajeito a minha botina
A jaqueta, a mochila, a minha calça Lee
De repente me bate um receio
Mas não paro no meio
Não vou desistir
Pé na estrada já é muito tarde
Não quero escutar outra vez
Você me chamar de covarde

Vou pra longe decerto um deserto
Mas nada aqui perto, não vou convolar
E mais uma vez ser detido pra ser oprimido
Eu não quero arriscar
Eu lhe dei meu melhor - meu amor
Você fez de mim o que agora eu sou
Esse desertor

Fiz da estrada a morada
Na busca incansada de outra direção
Paro em frente a um riacho
Procuro e me acho no meu violão

Eu não sei como parar
Meu coração desertor
Quem sabe um dia eu ache
Alguém que comigo encaixe
Já nem sei pra onde vou

Vídeo incorreto?