Eu ainda sou um peregrino
Carrego os meus sonhos de menino
Escorre do meus olhos emoção
Vou pra onde aponta o coração
Eu não me permito desistir
Eu não me permito desistir

Vou levando na bagagem
Sobras de felicidade
Um bocado de esperança
Peço proteção aos céus e mais possança
Pra pisar o chão batido da estrada
E chegar ao fim de mais uma jornada

No descanso da viagem
Eu renovo a coragem
Minha fé é o cobertor
O violão cajado que espanta a dor
Faço meu destino e pra onde eu for
Vou levar o meu cantil cheio de amor

Eu ainda sou um peregrino
Carrego os meus sonhos de menino
Escorre do meus olhos emoção
Vou pra onde aponta o coração
Eu não me permito desistir
Eu não me permito desistir

Vídeo incorreto?