Tenho saudade da aqueles tempos de criança
Minha linda e doce infância com meus pais e meus irmãos
Quantas lembranças do lugar que eu brincava
A casinha que eu morava hoje é o céu do meu sertão

Vejam as fotos um gramado e muitas flores
Enfeitando os corredores colorindo o meu jardim
Tem a mangueira que meu pai mandou plantar
A terra aprendi a amar como mesmo amo a mim

{refrão}
E quando eu volto na aquela cidadezinha
Vejo a minha casinha da vontade de chorar
Olho pra mato que um dia foi o gramado
Hoje está abandonado, pois não souberam cultivar.

Velha casinha se eu pudesse eu voltaria
A alegria que eu tinha em viver nesse lugar
Cortava o mato que tampou sua beleza
Brilharia a riqueza que existiu nesse lugar
Mas como tudo é por deus sua vontade
Vou morrer com a saudade da casinha em que eu nasci
E aquelas fotos dos meus tempos de infância
Sempre volto a ser criança tempo bons que eu vivi.

Vídeo incorreto?