Tô de novo aqui juntando os trapos
Outra vez quebrando pratos
E chutando as promessas

Tô de novo aqui pedindo água
Que se dane as nossas mágoas
Te amar é o que interessa

Tô de novo aqui na sua porta
Mas pareço um vida torta
Sem vergonha de voltar

O que é que eu vou fazer isso é doença
É um vício, é dependência
Não consigo me curar

Fale o que quiser
Me atire pedras
Pode me ofender
Mas faça me um favor
Pode me matar
Porém meu último pedido
Mata quem te ama
De amor

Tô de novo aqui na sua porta
Mas pareço um vida torta
Sem vergonha de voltar

O que é que eu vou fazer isso é doença
É um vício, é dependência
Não consigo me curar

Fale o que quiser
Me atire pedras
Pode me ofender
Mas faça me um favor
Pode me matar
Porém meu último pedido
Mata quem te ama
De amor

Vídeo incorreto?