Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Ninguém segura
Ninguém me segura mais (bis)
Tô fascinho, tô fasceiro
Tô sozinho, tô solteiro
Tá tudo na santa paz

Ela soube me encher
Ela vai ter que saber
Eu não fui feito de borracha
Chega de dormir de toca
Ser cobaia dessa louca
Dessa vez ou vai ou racha
Ela tá fora do eixo
Tá virada do avesso
Quase que me deixa louco
Ela me pegou de sola
Fui tratado que nem bola
Fui chutado o tempo todo
Fui pisado até agora
Mas já tô rapando fora
Tô pronto pra dar o troco

Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Tô fascinho, tô fasceiro
Tô sozinho, tô solteiro
Tá tudo na santa paz

Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Tô fascinho, tô fasceiro
Tô sozinho, tô solteiro
Tá tudo na santa paz

Ela tá fora da linha
Tô que nem carro de rinha
No limite do estresse
Tá enfezada, tá nervosa
Que nem cobra venosa
O que ela faz ningué merece
Ela arruma, ela estraga
Ela dá nó em pingo d´agua
Ela me deixou no osso
Agora tô decidido
Mato até cachorro à grito
Mas não caio nesse poço
Já tô fora e fim de papo
Não quero mais no meu prato
Essa carne de pescoço

Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Ninguém segura
Ninguém me segura mais
Tô fascinho, tô fasceiro
Tô sozinho, tô solteiro
Tá tudo na santa paz

Vídeo incorreto?