Sogni di rock'n'roll (tradução)


Estamos aqui: já são quatro e estamos aqui
Janelinhas entreabertas sobre estradas indefesas dos nossos pesados pontos de vida
E assim também o sábado assim foi e dancei e bebi
E algum embarcou, o mais burro pegou e tem um semblante assim

Ombre dure adatte all'ora l'autoradio intanto va
Sombras duras recém-adaptadas ao auto-rádio continuam indo
Ritmo e blues e chutamos com os pés mais vezes
Até que o pulso responda, façamos a manhã acomodando-se sobre os couros

Sonhos de rock'n'roll
Sonhos de rock'n'roll
Sonhos de rock'n'roll
Sonhos de rock'n'roll e tristezas a quem acorda

Sonhos de rock'n'roll
Sonhos de rock'n'roll
Sonhos de rock'n'roll
Sonhos de rock'n'roll sonhando o melhor

E depois há como sempre há aquilo que
Que não tem nunca o álcool e então te convém encostar
Até que tenha

E ainda ir espionar uma mórbida fumaça
Um rastro convidativo, proporcionalmente acolhedor
De perder o hálito e que seja do jeito que for
E as caixas estão repletas, os sons são violentos, mas:

O que é que tem?
Tem que tanto combustível existe
Um se faz de baterista, outro de guitarrista
Você de tecladista, eu o vocal, os idiotas os fãs de playback