É do jeito que deus quer vou levando minha vida
Eu vivo do meu trabalho sempre encontrei saída
A minha estrela clareia em volta da minha vida
Nossa vida só é boa quando ela é bem vivida
Enquanto envolvem com a vida do violeiro furacão
To no braço da viola fazendo um pagode bão

Envolventes em minha vida são os fracos criadores
Invejão tudo que faço entre eles causao rumores
Não se ve um grande talento envolver em coisa feia
Só os fracos incompetentes intrometem em vida alheia
Enquanto envolvem com a vida do violeiro furacão
To no braço da viola fazendo um pagode bão

Fizeram tanta macumba querendo me derrotar
Cantando eu virei manchete sem a midia me forçar
Eu agradeço meus fãs por eles me consagrarem
Pra eu descer desse trono só quando deus me tirar
Enquanto envolvem com a vida do violeiro furacão
To no braço da viola fazendo um pagode bão

Todo pé frio é assim e não tem como mudar
A grande revolta dele sucesso não alcançar
Nada e morre na praia sem historia pra contar
O trofeu pra invejoso ainda tem que fabricar
Enquanto envolvem com a vida do violeiro furacão
To no braço da viola fazendo um pagode bão

Quem já cantou com o rei pra majestade esta um passo
Já venci muitas barreiras com a viola no braço
Do espinho faço tapete e piso, nele descalço
Cada pedra que me atira é mais um castelo que faço
Enquanto envolvem com a vida do violeiro furacão
To no braço da viola fazendo um pagode bão.

Vídeo incorreto?