Quando disse não, eu não te quero, Tava mentindo
Quando disse não, eu não te amo, Tava fingindo
Quando alguém que a gente ama vai embora
De repente muda o fim da história
Todo sonho se transforma em dor
Pra voltar a crer no amor, demo......ra
Mas não se pode mentir, Para o próprio coração
Não se consegue com palavra, Sufocar uma paixão,
oh , não
Quando a paixão que era constante, Se torna gelo
Você reza pra acordar no instante, Do pesadelo
E a gente se humilha, a gente implora
Quando vê que não tem jeito, A gente chora
Quando o sonho se transforma em dor
Pra voltar a crer no amor, demo.....ra
Mas não se pode mentir, Para o próprio coração
Não se consegue com palavra, Sufocar uma paixão
E agora, agora,
Se pra voltar a crer no amor, demo.....ra,

Mas não se pode mentir, Para o próprio coração
Não se consegue com palavra, Sufocar uma paixão
E agora,
Quando eu disse não, eu não te quero
Tava mentindo


Quando disse não, eu não te quero, Tava mentindo
Quando disse não, eu não te amo, Tava fingindo
Quando alguém que a gente ama vai embora
De repente muda o fim da história
Todo sonho se transforma em dor
Pra voltar a crer no amor, demo......ra
Mas não se pode mentir, Para o próprio coração
Não se consegue com palavra, Sufocar uma paixão,
oh , não
Quando a paixão que era constante, Se torna gelo
Você reza pra acordar no instante, Do pesadelo
E a gente se humilha, a gente implora
Quando vê que não tem jeito, A gente chora
Quando o sonho se transforma em dor
Pra voltar a crer no amor, demo.....ra
Mas não se pode mentir, Para o próprio coração
Não se consegue com palavra, Sufocar uma paixão
E agora, agora,
Se pra voltar a crer no amor, demo.....ra,

Mas não se pode mentir, Para o próprio coração
Não se consegue com palavra, Sufocar uma paixão
E agora,
Quando eu disse não, eu não te quero
Tava mentindo

Vídeo incorreto?