Pra quem quiser saber qual a raiz
Deste cantador que abre o peito
Eu sou ta terra do campo dos bugres
Lá perto da pousada dos tropeiros

Obreiro da oficina de sao joao
Que honra o pendão da pátria amada
Domei nos campos de cima da serra
Arei a terra no mais
Quebrando geada

Já de guri o meu primeiro catecismo
Foi gauchismo da escola do meu pai
Quem é d aserra nao se afroxa no repexo
Anda malexo quebra o quexo mas nao cai

Pros que acham que sao donos da cultura
E que nao sabem a semeadura que eu jah fiz
Sou do interior e cohheço a vida dura
A minha alma é seiva pura eu sou raiz

É bem assim eu sei que sou um bagual
Não leve a mal eu sei que sou
Eu não me afroxo na fumaça do cartucho
Se precisarem de um gaúcho podem char que eu vou

Vídeo incorreto?