Há muito tempo eu deixei a minha terra
Por essa selva de pedra sem beleza natural
Deixei os rio verdes matas e lagoa
minha pesca de canoa e meu gado no curral
Papai, mamãe me abençoaram na cancela
já chorando de saudade minha mãe olhou pro céu
Disse "Meu Deus, acompanha esse meu filho
e proteja dos perigos desse mundo tão cruel"
Dentro da mala uma foto de lembrança
Dos meus tempos de criança
Também trouxe um violão
pra relembrar aquela moda sertaneja
que eu fiz pra minha deusa, dona do meu coração
Depois de anos já com o sonho realizado
Fui rever minha família que deixei no interior
A minha mãe, já velhinha e abatida me abraçou feliz da vida
e chorando me falou "Olha, meu filho, o teu pai te esperou
de joelhos fez promessa pra você se realizar.
Velho doente ao pé da cama me chamou
sussurrando me pediu para eu te abençoar"
Fiquei parado ali olhando da janela
avistando a cancela onde deixei meu velho pai
Fui até ela e chorei feito um menino
a sentir do meu destino o que foi não volta mais
Naquele instante comecei a refletir
Tenho tudo na cidade mas não sei o que é viver
Voltei pra casa e abracei minha mãezinha
foi aqui que eu nasci
e aqui quero morrer...

Vídeo incorreto?