Quero viver em ti
De noite ou de manhã
Sentindo o calor
Dos seus braços de lã

Encher com a poesia do meu interior
As taças da alegria num brinde ao nosso amor

Se és um beija-flor
Eu sou a flor que dá
O néctar de um bem
Que não se extinguirá

E o pássaro sou eu, então és no jardim
A eterna flor que deu legou a mim

Sinto amor de verdade
Abrindo-me as portas do coração
Éis a felicidade com que eu tanto sonhei
Eis um sol de alegria que afastou de mim
Toda a escuridão
Sou feliz pois morreu a solidão

Vídeo incorreto?