E vem você
Última rima de um samba de amor
E posso eu
Último verso perdido sem cor
Se o tempo foi como a canção
Que se acabou
Como eu poderei cantar de novo
As coisas que trago tão dentro de mim

Se você
Marcou a hora e o começo do fim
E fez de mim
Um verso triste sem rima sem cor
O amanhã que vem nascendo por dentro de nós
Derramando esse frio, adeus

Se a lua mansa não alcança
Esse som de lhe dizer
Que tudo se acabou

É porque mais triste do que eu
Se despediu do olhar de quem ofereceu
Nossa solidão
E pôs-se a chorar, chuva da manhã
A manhã que encontrou o meu verso dizendo adeus

Vídeo incorreto?