Aonde vais homem das costas pesadas?
Teu caminho tua faina onde queres chegar assim?

Não, se teus olhos não suportam o mundo
É porque te decepas-te com as próprias unhas.
Eis teu crânio a rolar pela avenida do abandono
Tudo por tua filosofia perecer ao primeiro cálice
Segura tua urina ou com ela cursarão teus versos.

Aonde vais homem as costas pesadas?
Entregar-te a pieguice?
Voltar-te ao ventre próximo?
Ou te achas tão vítima assim?

Não homem das costas pesadas
Tua carga não é nata
Largue-a, destrua-a
Pois somente com a queda de Lúcifer,
Deus se fez necessário...

Vídeo incorreto?