É 6ªfeira, estou caseira a ver novela brasileira
Hoje não me cheira que saia para abanar a ceira
Onze e meia a Ana liga, lá caio na cantiga
"A festa vai ser fodida, amiga, põe-te gata e siga!"
Traje bem simples, não estou numas de quitanço
Ponto de encontro: Piolho, já para ir com dez de avanço
Com a roda toda no ar, entro no bar e de repente
Estás à minha frente a olhar -me fixamente
Já não é de agora, a tua presença deixa-me à nora
Tenho a mente poluída, é por isso que a cara cora
Bora dar aquela investida, estou convencida
Que hoje é o primeiro dia do resto da tua vida, ouviste?
Não sei se aguento...chega a ser tareia
Se só te ficares pela troca de olhares a noite inteira
Barba de 3 dias que me faz perder o norte, mão forte
Que dá mais tusa que muito gajo em pelote!


Vou ao bar buscar um fino básico para ver se animo
Na cabine o Assassino mostra que não é menino no ramo
Bezano cravas ao meu mano um papel
Perguntas como me chamo:"À noite sou Isabel!"
Cara de Jack Daniel, dizes: "Sou o Tiago!"
Matas o Whisky num trago, agora é hora que eu pago
Para ver na pista, às tantas é mixa com pancas de artista
Mas afinal tu bancas com o abanar de ancas desta Odalisca
Minha perna na tua entrelaço, não sou de aço
Se não traço este pedaço de mau caminho até me passo
Neste espaço, és só tu e eu...
Rapaz já estou lilás sou capaz de levar-te ao apogeu
Teu paleio não é de saco, saco que tens substrato
Gato do tipo compacto, tens tacto no trato de facto
Puxas-me o braço à macho, na coxa sinto o chumaço
Beijo perfeito encaixe, és o testo do meu tacho!

Vídeo incorreto?