Nem eu sei onde é que acaba a Marta e começa a M7
Mete na cabeça, wack, eu sou casada com o rap
Encaixamos tipo lego desde o primeiro momento
Não nego, ao rap entrego quase todo o meu tempo
A aperfeiçoar a escrita, pois ela é o meu ponto fraco
Acredita! Não quero ser perita em paleio de saco
Muito mc fede a mofo, vê isto como um aviso
Tens de te inventar de novo, já és motivo de riso
Peço desculpa, não falo caro nem sou adulta
Com palavrão e calão provo-te o quanto sou culta
Saber viver não vem escrito num papel
A minha escola é da vida, aprendi , porque senti aqui na pele
Para ser franca, a folha branca ainda me intimida
Não é garganta, exponho aqui a minha vida
É uma missão que exige grandiosidade...
Há que ter noção da responsabilidade...

Já pensei em desistir, mas a seguir vem a força que me faz evoluir...
Já pensei em desistir, mas a seguir vem a força que me faz evoluir...

Até podia rimar o que tu gostas de ouvir
Mas não te quero agradar, quero fazer-te sentir
Esta meia-leca quando rapa é levada da breca
Fica fora, mata esfola, a cara cora, a boca seca
Peca por ser directa e emotiva em demasia
Após dar um concerto por dentro, fica vazia...
Será mesmo que eu valho como mc um caralho
Ou até ferras o galho quando ouves o meu trabalho
Não sei...mas já pensei em desistir, mas a seguir vem a força que me faz evoluir
O meu rap pode ser fat, mas não vale por si só
Há que criar buzz na net, senão fica a ganhar pó
Tudo bem, mas...exposição tem limites
Captarei a tua atenção só com rimas e beats
Certo tipo de promoção vai contra aquilo que acredito
Para não ser falso mito, evito...saltar degraus.

Vídeo incorreto?