Hoje eu acordei cantando uma canção falando de amor
Hoje eu acordei querendo ouvir sua voz
Feito alma que quer reza e amor que preza, é assim
Quanto mais caricia, mais vontade dá em mim

Somos duas caravelas; velas içadas
No mesmo mar, na mesma direção
Levadas pelos ventos mais fortes
Ventos que vem do mar e ventos do sertão

Ventos que agitam as águas de um rio que remansa
Ventos Olinda, ventos que ainda ventam que ainda inventam, ô ô
De navegar

Ventos que nos balançam, mares que avançam pra nós
E cada um de nós tem que velejar
E cada um de nós tem que velajar

Somos duas caravelas; velas içadas.
No mesmo mar, na mesma direção.
Levadas pelos ventos mais fortes
Ventos que vem do mar e ventos do sertão

Ventos que agitam as águas de um rio que remansa
Ventos Olinda, ventos que ainda ventam que ainda inventam, ô ô
De navegar

Ventos que nos balançam, mares que avançam pra nós
E cada um de nós tem que velejar
E cada um de nós tem que velajar

Vídeo incorreto?