Procuro teus olhos
Nas noites, nas ruas
Rastreio teus passos
Nas curvas do acaso
Na solidão das retas
Na amplidão do espaço

Farejo o teu cheiro
No que vem, no que passa
Nas janelas da vida
Nas varandas, nas praças
Nas esquinas, nos bares
Na bebida das taças

Quantos versos fiz pra ti
Onde estás, diz me o que queres
Quantas vezes te beijei
Na boca de outras mulheres
Quantas vezes te senti
Dentro de mim, quantas mil vezes
Quantas vezes te perdi
Fala pra mim se puderes

Vídeo incorreto?