Ela aparece no alvorecer da aurora
E sai rompendo toda hora
Do relógio do seu Deus
Pra ter a casa, a comida, a roupa lavada
Ter um cara camarada
Paterno dos filhos seus
Isso é a prova de uma grande companheira
Esperança não deixe ela se acabar
Abra a porteira do curral do paraíso
P'esse sorriso de criança gargalhar
E pinotar feito menino em tanajura
Cai cai tanajura, cai cai tanajura
Cai tanajura, cai cai tanajura cai cai
Zumbindo seu zumbizar
No zunido da zombaria
Pra lembrar que foste um dia
Doce doce como mel
Mas a beleza ingênua da tua poesia
E tua sacra melodia deu-te hoje este papel
De Maria de Lourdes, Maria da santa fé
Maria mãe e mulher, Maria-Maria

Vídeo incorreto?