Ô minha sanfona velha
Ô sanfona apaixonada
Dar um tom acorda o outro
Assanhando a mulherada
Remexe tudo que estiver
Por perto dela
Já tocou tanto pra ela
Passou a vida a sonhar
Quando está sem um xamego
É um desassossego
E ela dana-se a tocar
Aí eu vou pra ela me escorregando
Me enxerindo, me chegando
Que é pra ver se ela me nota
Aí começa a safadeza na viola
E a sanfona geme e chora
E tudo vira são João

Viva São João,
Viva Santo Antônio e Pedro
Vai começar o folguedo
Vamos gente farrear

Vídeo incorreto?